sexta-feira, setembro 15, 2006

Letra A - António Borges Coelho

5


Quando a noite curva os ombros
mergulhando-nos nas coisas
apagando o espaço
que busco no teu corpo
porque me deito sobre o teu ventre

Encosto o ouvido
ao pulsar do seio
queimamo-nos lentamente
para acender o sol


António Borges Coelho
Linha de Água
Ao Rés da Terra
Caminho
Da Poesia
2002



9


Folha-de-flandres líquida
pinga das árvores dos milhos
trepa pelos pés
arrefece as pernas e as virilhas


António Borges Coelho
Linha de Água
Ao Rés da Terra
Caminho
Da Poesia
2002



16


A luz de Setembro já não besoura
aloura os corpos
mergulham no oceano
espalhando gotas de metal

Vozes chegam no arrastar das ondas
o amarelo ensopa-se de azul

Mergulhemos sem pressa
marcando álacres os passos
o mar apaga
marca as passadas apaga

O sol é pouco
morre vermelho sobre os dedos
das amendoeiras

Sustém a cabeça nas ondas
bebe a luz e os corpos


António Borges Coelho
Linha de Água
Ao Rés da Terra
Caminho
Da Poesia
2002



2


Deambulas pela noite
como cão ao abandono
enquanto num alto andar
um homem cercado
quer dormir e ficar acordado

Nem só os cães esgravatam
homens procuram batatas

Vestida de noite a morte passeia
entre automóveis vazios
as órbitas espreitam nas janelas apagadas
e vem com passos de ladrão
ou sátiro


António Borges Coelho
Nocturno
Ao Rés da Terra
Caminho
Da Poesia
2002



7


Descem os socalcos
aureoladas pela luz
andam a luz salpica
como dardos

Malvasia
mourisca
dona branca
formosa

As deusas voltaram à terra
das vides enfeitam os lábios
com os bagos vermelhos

António Borges Coelho
Linha de Água
Ao Rés da Terra
Caminho
Da Poesia
2002



3


Aberta
estende
reclama
ternura

Frágil
de palma voltada

Quando se fecha
sobe no braço
é arma apontada


António Borges Coelho
Linha de Água
Ao Rés da Terra
Caminho
Da Poesia
2002

1 comentário:

Frisco disse...

AntĂłnio Borges Coelho

António Borges Coelho nasceu em Murça, Trás-os-Montes, em 1928. O seu percurso de vida é caracterizado por uma intensa actividade política e académica. É hoje um dos historiadores portugueses mais prestigiados. Foi Professor Catedrático da Faculdade de Letras de Lisboa, onde participou em numerosos júris de provas de mestrado, de doutoramento e de agregação e orientou inúmeras teses de mestrado e de doutoramento.
Autor de uma vasta e riquíssima bibliografia (em que se inclui também a poesia, o teatro e a ficção), participou em diversos congressos e reuniões científicas, nomeadamente em Espanha e no Brasil. Foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem de Santiago e recebeu o Prémio da Fundação Internacional Racionalista. Deu a sua Última Lição em 11 de Dezembro de 1998, mas continua a dedicar-se com o mesmo entusiasmo à investigação e à divulgação daquilo que não é possível dissociar do seu nome: a História.

Obras publicadas na Caminho

No Mar Oceano
«O Campo da Palavra», n.º 13

Tempo de Lacraus
(1.ª edição, 1999)
«O Campo da Palavra», n.º 113

Questionar a HistĂłria - Ensaios sobre HistĂłria de Portugal
«Universitária», n.º 6

A Revolução de 1383
«Universitária», n.º 9

Quadros para Uma Viagem a Portugal no SĂ©culo XVI
«Universitária», n.º 13

Comunas ou Concelhos
«Universitária», n.º 19

Inquisição de Évora (Dos Primórdios a 1668) - II
«Universitária», n.º 26

Portugal na Espanha �rabe I
«Universitária», n.º 42

Portugal na Espanha �rabe II
«Universitária», n.º 43

Tudo É Mercadoria. Vida e Obra de João de Barros
«Universitária», n.º 74

Clérigos, Mercadores, «Judeus» e Fidalgos
«Universitária», n.º 80

O Tempo e os Homens - Questionar a HistĂłria III
«Universitária», n.º 83

CristĂŁos-Novos Judeus e os Novos Argonautas
(1.ª edição, 1998)
«Universitária», n.º 86

PolĂ­tica, Dinheiro e FĂ© - Questionar a HistĂłria V
(1.ª edição, 2001)
«Universitária», n.º 94

Inquisição de Évora (1533-1668)
(1.ª edição, 2002)
«Universitária», n.º 95

Ao RĂ©s da Terra
(1.ª edição, 2002)
«Caminho da Poesia», n.º 74

«Os Lusíadas» - Antologia Temática Texto Crítico
«Fora de Colecção - Diversos», n.º 12

PrĂ­ncipe Perfeito
«Fora de Colecção - Diversos», n.º 23

Uma Vida em HistĂłria. Estudos em Homenagem a AntĂłnio Borges Coelho
(1.ª edição, 2001)
«Fora de Colecção - Diversos», n.º 75
Com ilustrações a preto e branco

O Vice-Rei Dom JoĂŁo de Castro
(1.ª edição, 2003)
«Caminho Biografias», n.º 1
Com ilustrações a cores

NotĂ­cias

Uma Entrevista Por MĂŞs - AntĂłnio Borges Coelho.
(CAMINHO)